Aumentar o consumo de fibras pode reduzir o risco de doenças do coração

Adicionada em 11 de janeiro de 2019

Um novo estudo encomendado pela OMS e publicado na revista médica The Lancet mostrou que caprichar no consumo de fibras e grão integrais pode reduzir o risco de morte causada por derrames, diabetes tipo 2, câncer de cólon e doenças cardiovasculares em até 24%.

Ao encontrar uma redução de 15% a 30% na mortalidade por doenças cardiovasculares, a pesquisa também notou que a maioria das pessoas não está ingerindo a quantidade ideal do nutriente (são menos de 20 g diárias no cardápio) —  o consumo é de, no mínimo, 25 g por dia, segundo os pesquisadores.

Há ainda outros benefícios: redução de peso e dos níveis de colesterol no sangue, caso o indivíduo ingira a quantidade recomendada.  

 

 

Após a análise, o estudo sugeriu que se 1.000 pessoas substituíssem uma dieta pobre em ingestão de fibras (menos de 15g), por uma rica no nutriente (entre 25g e 29g), 13 mortes e 6 casos de doenças cardiovasculares seriam evitados.

O estudo ressalta que para chegar nesses resultados, foram monitorados participantes inicialmente saudáveis por duas décadas.

Veja aqui uma lista de alimentos ricos em fibras para incluir em sua dieta