Amigos do peito: 6 alimentos para o coração

Adicionada em 13 de janeiro de 2016

Para encarar a corrida de forma saudável o corpo todo precisa funcionar corretamente. E quem corre sabe como o coração é parte importante desta equação. Afinal, quanto mais forte for o órgão, melhores serão as respostas fisiológicas de todo o organismo durante a corrida. Para deixar seu amigo do peito equilibrado, confira 6 alimentos para o coração que você pode incluir em sua dieta:

Azeite

O azeite de oliva ajuda a diminuir o mau colesterol (LDL) e aumenta o bom (HDL), pois contém antioxidantes e gorduras monoinsaturadas. Inclusive, pesquisa divulgada no New England Journal of Medicine comprovou que a dieta mediterrânea, cuja base é o azeite de oliva extravirgem, castanhas, peixes e vegetais, é capaz de reduzir em 30% o risco de doenças cardiovasculares.

Alho

Possui compostos sulfúricos que agem como antioxidantes e beneficiam o coração ao reduzir o colesterol ruim e controlando a pressão arterial, além de ter ação antibacteriana e anti-inflamatória.

Aveia

Fonte de energia, a aveia pode ser consumida em diferentes momentos do dia. Mas também faz parte dos bons alimentos para o coração por ser rica em beta-glucana e fibra solúvel, que ajuda na redução do colesterol total e do colesterol ruim, fatores de risco para doenças do coração.

Frutas vermelhas

Framboesa, amoras, cerejas, mirtilos… Qualquer uma delas é rica em antioxidantes que protegem o corpo dos radicais livres, prevenindo doenças inflamatórias que podem comprometer o coração.

Tomate

Rico em licopeno, o tomate ajuda na limpeza das artérias e também inibe a ação dos radicais livres no organismo, evitando doenças crônicas e inflamatórias.

Peixes

Os de água salgada possuem ômega 3, gordura saudável que reduz o colesterol ruim (LDL) e diminui o risco de doenças do coração.

Corrida para um coração forte

Segundo relatório publicado no Journal of the American Heart Association, qualquer exercício físico aeróbico regular e com intensidade leve ou moderada ajuda a prevenir doenças cardíacas. A corrida, claro, está na lista, pois auxilia na perda de peso, melhora a condição física (ofertando mais oxigênio para todo o corpo) e melhora a circulação sanguínea.

(Fontes: Dr. Anderson Zei, especialista em medicina do esporte e nutrição; Journal of the American Heart Association, New England Journal of Medicine)