Mulheres têm melhor ritmo de maratona

Adicionada em 22 de maio de 2015

Sexo frágil não é uma expressão que se aplica às maratonistas. Agora, uma nova pesquisa sugere que as mulheres têm mais facilidade em manter o ritmo de maratona quando comparadas aos homens.

Segundo o estudo, que foi feito pelo corredor e estatístico dinamarquês Jens Jakob Andersen, membro da Copenhagen Bussiness School e fundador do site  RunRepeat.com, quando comparados os resultados entre os dois, as corredoras vão 18,61% melhor nos 42 km, pois mantêm o ritmo de maratona mais consistente durante toda a prova.

Para chegar a esses dados, ele analisou 1.815.091 resultados de um total de 131 maratonas ao redor do mundo, entre 2008 e 2014. Além disso, cada corredor foi categorizado por sexo, idade, país, classificação, resultados parciais e finais, assim como a data do desempenho da provas, para que fosse possível analisar a diferença entre eles. Do total de resultados, 974.599 (68,48%) eram de homens e 448.561 (31,52%) de mulheres.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor  MITOS E VERDADES DA CORRIDA DE RUA FEMININA
icon texto_menor  SER CORREDORA É TER DEDICAÇÃO
icon texto_menor  OLHO NA META: MULHERES MAIS COMPETITIVAS

Com a análise dos números, o estatístico chegou à conclusão de que os homens costumam desacelerar 27,27% mais do que as mulheres, o que faz com que muitos deles não consigam concluir a prova. As diferentes faixas etárias também mostraram dados interessantes, sendo corredores mais jovens e mais velhos mais propensos a desacelerar durante os 42 km, enquanto que os grupos etários de 35 a 39 anos e de 40 a 44 anos foram os que mais mantiveram o ritmo de maratona.

Outra conclusão interessante do novo estudo foi a do crescimento na participação nas maratonas ao redor do mundo. Os corredores representaram um crescimento de 21,61% no período estudado, enquanto que a participação feminina aumentou 33,35%. Com relação às faixas etárias, a que mais cresceu foi dos corredores acima dos 50 anos, a qual teve um aumento de 89,70% para as mulheres e 54,56% para os cinquentões.