Mo Farah tropeça, mas é bi olímpico

Adicionada em 13 de agosto de 2016

Um homem contra um time de quenianos e etíopes. Assim foi a disputa dos 10.000 metros dos Jogos do Rio 2016 na noite deste sábado, 13 de agosto. A corrida até seria injusta se esse homem não fosse Mo Farah, britânico campeão olímpico e bicampeão mundial da distância.

Como tática, Mo Farah escolheu ficar atrás no começo da prova, apenas observando seus adversários e aquecendo. Na metade da disputa, juntou-se ao pelotão e até chegou a levar um tropeço (causado por um encontrão com seu parceiro de treino, o americano Galen Rupp).

Mas no final ele mostrou por que é o melhor do mundo nas corridas de fundo em pista. O queniano Paul Tanui até ensaiou acabar com a festa de Mo Farah, mas o britânico apertou o passo para cruzar a linha de chegada na primeira colocação, com a marca de 27min05s17. Tanui foi prata, com 27min05s64, e o etíope Tamirat Tola ficou com o bronze com 27min06s26.

Mo Fara tenta agora o bi olímpico nos 5 mil metros. A primeira rodada será na próxima quarta-feira, 17 de agosto. Já a final ocorre no sábado, dia 20.