Inspiração de Kipchoge vem dos livros. E seu escritor favorito é brasileiro

Adicionada em 01 de fevereiro de 2018

A medalha de ouro na maratona nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o bom desempenho no Breaking2 e as vitórias nas majors deram ao queniano Eliud Kipchoge o status de melhor maratonista da atualidade. Fora do esporte, uma de suas paixões é a leitura. E a principal inspiração para Kipchoge vem de um autor brasileiro: Paulo Coelho. Uma das frases do escritor até foi parar na parede do quarto do corredor, no Quênia.

“Meu escritor favorito é brasileiro e se chama Paulo Coelho. É por isso que eu o coloco aqui [na parede do quarto]. Paulo tem uma filosofia que diz: ‘Se você quer ser bem-sucedido, deve respeitar uma regra: nunca minta para si mesmo'”, revelou, em vídeo publicado em sua conta oficial no Twitter.

Paulo Coelho, de 70 anos, é o segundo escritor mais vendido do mundo, com 210 milhões de exemplares.

 

 

A leitura é uma das formas que Kipchoge encontra para se fortalecer mentalmente para as grandes maratonas que disputa.

“Eu passo parte do meu tempo depois dos treinos lendo livros motivacionais ou voltados para o mundo dos negócios. Outro dos meus autores prediletos é Joan C. Maxwell, que escreveu ‘As 15 Leis Inestimáveis de Crescimento’, o livro que estou lendo agora. Me ajudou muito a crescer como atleta”, disse.