Estreia do Circuito Lótus embeleza Brasília

Adicionada em 31 de maio de 2015

Brasília amanheceu mais bela neste domingo (31 de maio). Isso porque a Capital Federal foi palco da primeira etapa do  Circuito Lótus, série de corridas de rua destinada apenas ao público feminino. Foram cerca de 3.500 mulheres de todas as idades que levaram muito charme e performance ao Parque da Cidade.

Um tipo de prova que incentiva mais mulheres a praticarem atividades físicas, o Circuito Lótus desafiou as corredoras nos percursos de 5 km e 10 km da competição, pintando as ruas de Brasília de roxo, cor da camiseta da prova.

Celia Regina da Silva, funcionária pública, 41 anos, optou pelos 10 km e aproveitou a prova para bater seu tempo na distância. “Eu já conheço o Circuito Lótus e sei que essa é uma boa prova para baixar tempo por conta do percurso. Por isso, cheguei confiante para a corrida e cumpri a minha meta: fechei a prova em 59 minutos, sendo que meu recorde para os 10 km era de 1h01min”, conta. Para a corredora, as corridas femininas são ainda mais animadas, o que dá gás extra para fazer uma boa prova. “Eu estou treinando firme há um ano, pois sempre começava a correr e acabava parando. Como sei que essa prova é bastante divertida, além de ser rápida, optei por participar mais um ano para manter meu foco na corrida de rua”, avalia. A corredora treina três vezes na semana alternando percursos de 7 km, 8 km e 9 km. “Além disso, faço Pilates para fortalecer a musculatura”, conta.

Quem também optou pelos 10 km foi Dayse Nogueira Wu, servidora pública, 36 anos. Ela já participou algumas vezes do Circuito Lótus, mas desta vez a corrida teve um toque especial. “Resolvi acompanhar uma amiga que acaba de voltar aos treinos, depois de uma cirurgia. Queria dar um incentivo extra”, conta. Dayse trabalha (e agora treina) com Eleani Maria de Carvalho, 38 anos. “Ela também já havia participado dessa prova e resolvemos que, este ano, correríamos lado a lado. Foi uma experiência incrível”, afirma a corredora. As duas mantiveram um ritmo mais lento e fecharam a prova em 1h11min. “Eu costumo fazer os 10 km em 55 minutos. Mas nem me importei de cruzar a linha de chegada depois disso. O meu objetivo era outro.”

Dayse tem como meta provas de 21 km. No meio do ano, ela fará a Meia-Maratona do Rio de Janeiro. “Por isso, estou treinando de três a quatro vezes por semana, intercalando treinos de rodagem com tiros. E, nos fins de semana, faço 16 km”, conta. Depois disso, ela pretende se preparar para sua primeira maratona, a de Buenos Aires. “Não vejo a hora de correr os 42 km. Mas sei que precisarei de muito mais disposição”, avalia.

leiamais-cinza-novo
icon texto_menor  PARTICIPOU CIRCUITO LÓTUS EM BRASÍLIA? CONFIRA O SEU RESULTADO

Maria da Paz Espíndola da Cunha, aposentada, 40 anos, preferiu correr os 5 km no Circuito Lótus. “Eu tinha como meta fazer uma prova rápida e baixar meu tempo para essa distância. Mas o sol me atrapalhou e acabei perdendo tempo. A ideia era fechar a prova abaixo dos 33 minutos e acabei concluindo com 40 minutos. Fiquei um pouco frustrada, mas mesmo assim estou feliz, pois eu adoro essa prova”, diz. Para Maria da Paz, o Circuito Lótus é uma excelente oportunidade para encontrar outras corredoras que têm paixão pela corrida, assim como ela. “Comecei a correr por indicação médica, mas me encantei com o esporte. Hoje, não me vejo sem dar as minhas passadas. Treino todos os dias, ao menos 30 minutos, pois é isso que me dá incentivo para seguir com a rotina diária.”

O  Circuito Lótus  conta com quatro etapas. Depois de Brasília, Belo Horizonte recebe a prova no dia 5 de julho, São Paulo no dia 30 de agosto e Rio de Janeiro no dia 8 de novembro.

icone-foto

[nggallery id=203]

icone-foto Instagram #circuitolotus

[justified_image_grid instagram_tag=circuitolotus instagram_show_user=no]